13 de Janeiro de 2012
Hoje viveu uma experiência nunca vivida e sentida antes. Não se sentia capaz, mas o seu coração falava mais alto, tinha mesmo de Vê-lo e aproveitar os últimos momentos em que podia olhar, tocar e estar ao lado Dele. Depois de uma grande ajuda, ela foi para junto Dele com uma linda e grande rosa branca que trazia na mão. Os nervos apoderavam-se do seu corpo, as lágrimas escorriam no seu rosto acabado, desarmado em angústia. Até que ganhou coragem… Resolveu pegar na Sua rija mão e colocar-lhe entre os dedos pesados a branca rosa. O choro era sufocado e continuo, e o seu corpo parecia rastejar absolutamente sem forças. No entanto, ela não se sentia satisfeita com tal ato feito com tanta determinação. Por isso, como despedida solta um tão amado beijo na Sua testa pálida e gelada. Depois de o fazer sentia um grande alívio emocional tendo a certeza que Ele a levava consigo para sempre *.* por: Patrícia Alves


Quanto mais tempo passa mais me recordo de ti… Mais lembranças deixas e mais saudades sinto! Porra, como a vida pode ser tão infiel e capaz de espicaçar os nossos corações e tirarmo-nos quem mais precisamos? Hoje ainda choro… Cada lágrima pálida e fria que escorre calmamente pelo meu rosto… Olhar para aquele retrato, para aqueles vídeos deixam-me plenamente demente, como se tivesse duplo carácter por tanto rir dos bons momentos ou de tantas lágrimas aconchegadas nos meus olhos esverdeados…por: Patrícia Alves
 
Quero fugir
Quero correr, correr
Cada vez mais
Cada vez mais depressa,
Alta velocidade
Alta garra.
Quero correr até cair
num lugar que me faça rir. por: Patrícia Alves
É triste quando o mar de rosas se torna em mar negro cheio de palavras dolorosas e ridiculas capazes de destruir qualquer coração e desorientar o meu cérebro... Não entendo o que realmente paira no ar para deixar de existir paz, amor e harmonia dentro do meu lar :/ Já não sei mais o que pensar. Já não exponho hipoteses, porque todas elas faliram e cada vez mais fico devastada e apavorada por dentro... por: Patrícia Alves