lutar contra ventos e tempestades

Por vezes, deparo-me a batalhar sozinha numa imensidão de soldados que se dirigem contra mim. Correr atrás de um sonho, ter trunfos na minha mão, para chegar até ele, e  perdê-los todos em meados de segundos só porque me impossibilitam de realizá-lo. Não basta só termos vontade, porque mesmo tendo-a falta uma grande parte para termos forças e lutar-mos: o essencial apoio dos nossos entes queridos. Quando esse alicerce falta a casa não se constrói e perder-se parte das nossas conquistas.
Porquê? Porque não me deixam avançar, arriscar? A nossa vida é feita de arriscos, erros cometidos e vitórias. Claro, que só aprenderemos só venceremos se arriscarmos. E porquê não me deixam tentar sequer?