quiseste distância e embora me custasse obedeci, como um servo obedece ao rei ! mas se algum dia pedires proximidade demitir-me-ei para não ter de ouvir as tuas implorações .

Não sei se sinto necessidade de recordar o passado ou se simplesmente o quero deixar bem guardado. Mas, com cada pensamento tem crescido e intensificado uma sombra de um buraco encontrado no meu peito. Um abraço, um leve beijo ou apenas aquelas palavras que costumávamos dizer da maneira mais bruta. É amor daquilo que eu mais sinto falta. No entanto, sei que o amor é um autêntico baloiço, não só pelas suas subidas e descidas mas também porque é possível de nutrir apenas com uma pessoa. Um só amor. por: Patrícia Alves

Até em montanhas longínquas e ambíguas onde o sentimento perdura, eu sinto admiração por ti. Nas profundezas dos oceanos, onde as águas brilham cristalinas, formando ondas puras, eu sinto o que sentia por ti. Na chama intensa da noite, em que as estrelas brilham no infinito, e a lua ri-se suavemente eu lembro-me de ti. Na madrugada, em que o orvalho se pousa suavemente nas ervas daninhas, eu tenho saudades de ti. Ao olhar para uma das nuvens, que levemente tocam nas trancas de um chorão, eu digo o teu nome. Quando as cinzas molhadas enrolam-se e voam para o teu sorriso, não o mancham mas sim dão-lhe o devido valor, eu recordo-me de ti.
por: Patricia Alves

Penso intensivamente se alguém me ama em segredo ou quando alguém se chega perto de mim e sente borboletas na barriga. Se alguém ao deitar-se chora por mim ou se lembra do meu sorriso, do meu ser. por: Patrícia Alves