Porque é que tudo se dificulta quando tudo parece ficar pacato? Será que não sei manusear com a vida, dar-lhe o devido rumo com o devido respeito? De estar sempre insaciada com tudo aquilo que possuo, e querer sempre mais e melhor? A minha existência instala-se na Lua à mais de meio ano, e não consigo traze-la de volta à vida real, por mais que me esforce. Será que alguém também sente aquilo que eu sinto? Provavelmente não. Possivelmente ainda não se cruzaram com este dilema que todos os dias me oprime, ou talvez tenham posturas mais acertadas do que eu. Sim, pois sempre ouvi dizer que a nossa vida é o inconsciente das nossas ações. Esta insatisfação que sinto da vida… dá-me uma enorme vontade de deixar tudo aquilo que construí até agora, o que tanto me empenhei e lutei para conquistar… Não tenho a pura noção daquilo que me rodeia, dos atos errados que cometo, não tenho ideia de viver. Todas as minhas recordações dissipam-se em horas… e qual o resultado final? Eis a questão. por:Patrícia Alves

até sempre.

Recordo-me cada vez mais deste dia. Foi dos últimos dias em que presenciei o teu sorriso, a tua diversão, a tua forma admirável de ser e de estar. Jamais imaginaria a tua partida tão repentinamente... A tua alegria contagiava toda a família mesmo que fosse na hora mais inoportuna, fazias quaisquer pessoas chorar de tanto rir:)
A realidade é que ainda não caí no facto, e raciocino perpetuamente que estás numa demorada viagem... Para mim é absolutamente inacreditável a tua partida. Mas a tua falta é tão sentida e chorada *.* O quanto desejo que permanecesses ao meu lado a amparar-me de todos os inconvenientes, pôr-me divertida quando nada corria bem, a ouvir-me cantar e fazer duetos comigo, a elogiar-me... Mais concretamente, preciso de ti pois sinto um vazio no coração e não sei lidar com tamanha ausência e sofrimento... Só de pensar que nunca mais te vou ver sorrir:'/ choro... choro... Como nunca chorei na minha vida... Podias não ser afortunado, mas davas-me as melhores prendas do mundo: a tua ternura, o teu amor e por mais inacreditável que pareça, isso para mim chegava:) Continuamente, dizias que eu iria ser a herdeira de todos os teus bens e no último dia que estiveste comigo, passavas a vida a insistir constantemente nessa expressão e eu, por nunca imaginar que irias tão cedo, afirmava sempre que era o maior absurdo que dizias:) Atualmente, guardo todos os teus bens, com o maior orgulho *.* Para mostrar que concedo valor a tudo aquilo que te pertencia e que te dou valor a Ti, independentemente do lugar onde estejas... Uma coisa que eu não omito, é que também disseste: "-vou sair daqui." E na verdade abandonaste mesmo... Um desgosto para todos os que te amam e te valorizam... Neste instante resta-me recordar, como o faço agora, todos os momentos vividos ao teu lado *.* É inaceitável esquecer a tua alegria. Apesar de teres partido, vou homenagear-te e ser como tu. Aliás, pensava que não saía a ninguém mas pelos vistos sou como tu *.* ADORO-TE TANTO PADRINHO! ATÉ SEMPRE <3 por: Patrícia Alves